VÍDEO: A Mãe Natureza pede socorro

A Rádio Caçanjurê, emissora da RBV Rádios, fez uma campanha de conscientização intitulada: A Mãe Natureza pede socorro. Veja no vídeo

5 de maio é o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data tem por objetivo promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente, e alertar o público e governos de cada país sobre os perigos de negligenciarmos a tarefa de cuidar do mundo em que vivemos.

Tendo em vista a relevância do tema, a Rádio Caçanjurê fez uma campanha de conscientização intitulada: A Mãe Natureza pede socorro. Veja no vídeo abaixo:

Eu fui a primeira a chegar.Vim antes de tudo e de todos.E sempre estive aqui.Eu criei você, e lhe dei o necessário para sobreviver. Mas as coisas mudaram… tempos passaram e nossa relação não é mais a mesma. Minhas geleiras estão derretendo, minhas estações do ano estão mudando e meu ar… Ahhh o meu ar, ele não é mais o mesmo. Você está fazendo isso comigo. A sua mania rebelde de achar que sabe tudo.Fabrica isso, fabrica aquilo, vende, consome, suja, estraga, corta, serra. Você é o responsável por eu estar morrendo. Mas não esqueça que eu sou sua mãe. Eu sou a mãe natureza. E você ainda não encontrou uma forma de fabricar o ar que eu produzo. Se você me matar, você também irá morrer. A diferença, é que eu me reinvento, e eu sempre estive aqui e vou continuar. Mas você… assim como outros filhos meus se foram e estão na sua lista de extinção, você também pode deixar de existir!5 de maio, Dia Mundial de Preservação ao Meio Ambiente.

Posted by Rádio Caçanjurê on Wednesday, June 5, 2019

 

Eu fui a primeira a chegar.
Vim antes de tudo e de todos.
E sempre estive aqui.
Eu criei você, e lhe dei o necessário para sobreviver.
Mas as coisas mudaram… tempos passaram e nossa relação não é mais a mesma.
Minhas geleiras estão derretendo, minhas estações do ano estão mudando e meu ar… Ahhh o meu ar, ele não é mais o mesmo.
Você está fazendo isso comigo.
A sua mania rebelde de achar que sabe tudo.
Fabrica isso, fabrica aquilo, vende, consome, suja, estraga, corta, serra. Você é o responsável por eu estar morrendo.
Mas não esqueça que eu sou sua mãe. Eu sou a mãe natureza.
E você ainda não encontrou uma forma de fabricar o ar que eu produzo. Se você me matar, você também irá morrer.
A diferença, é que eu me reinvento, e eu sempre estive aqui e vou continuar. Mas você… assim como outros filhos meus se foram e estão na sua lista de extinção, você também pode deixar de existir!

Fonte: Rádio Caçanjurê
Foto: Rádio Caçanjurê