Vereador questiona valor pago pelo município de Ouro em cirurgia particular

Ouro – A sessão da noite desta segunda-feira (25) foi acalorada no município de Ouro. Durante as manifestações, o líder do bloco de oposição, vereador Ivonei Antônio Dambrós (PCdoB) levantou um assunto polêmico envolvendo a administração municipal. Segundo Dambrós, ele teve acesso a um empenho (autorização de pagamento) no valor de aproximadamente R$ 14 mil proveniente de uma cirurgia, segundo ele, de forma particular, da esposa de um integrante do secretariado municipal. Conforme Dambrós, o valor é desproporcional e destaca que, o procedimento não foi realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda segundo o líder de oposição, teria recebido a informação na secretaria de Saúde de que o Conselho Municipal teria deliberado sobre assunto, mas em consulta às atas não encontrou nada sobre o assunto. Para Dambrós, o custeio da intervenção cirúrgica da esposa do secretário somente ocorrido devido a ligações políticas.

Ouça:

Procurado na manhã desta terça-feira (26), o prefeito de Ouro, Neri Luiz Miqueloto, admitiu o pagamento, mas, afirma, que o valor empenhado refere-se a pouco mais de 30% do valor total da cirurgia que teria sido de cerca de R$ 40 mil. Segundo Miqueloto, a deliberação sobre esse pagamento ocorreu em conjunto com o conselho municipal de Saúde e em concordância com o vice-prefeito, que foi quem assinou a autorização quando exercia a interinidade no cargo de prefeito.

Ouça:

Também procurado na manhã desta terça-feira, o vice-prefeito José Camilo Pastore diz que realmente assinou a ordem de empenho, que segundo ele estava junto a outros documentos semelhantes, mas nega ter conhecimento sobre o que se tratava e para qual finalidade seria destinado o valor:

Ouça:

Fonte: Rádio Barriga Verde
Foto: Rádio Barriga Verde