SENAR ministra curso de criação de abelhas sem ferrão em Capinzal

Apicultores da região de Capinzal participaram nesta segunda e terça-feira, dias 16 e 17, n Parque de Exposições Domingos Pellizzaro na comunidade de Engenho Novo, de um curso de meliponicultura (abelhas sem ferrão).

A criação de meliponídeos, popularmente conhecidas como abelhas sem ferrão, nativas ou indígenas, vem chamando a atenção dos produtores da região Meio Oeste de Santa Catarina. Desde 2004, o SENAR realiza um trabalho de incentivo à atividade, em que se destaca pelo pioneirismo na oferta de cursos de meliponicultura. Além de diversificar o trabalho de muitos que, até então, eram apenas apicultores, a criação de abelhas sem ferrão pode ser feita em uma pequena área da propriedade, o que permite fácil acesso à atividade.

No curso, são abordados tópicos como a anatomia do animal, comportamento e multiplicação do enxame.

Segundo o instrutor do SENAR, Luiz Celso Stefaniak a procura pela atividade tem crescido devido ao baixo investimento inicial e ao mel diferenciado. “de uma colmeia de abelha com ferrão é possível colher mais de 40 quilos de mel por ano enquanto uma colmeia de abelha sem ferrão produz pouco mais de 800 gramas. No entanto o valor comercial do mel de abelha sem ferrão é muito maior, explicou o instrutor.

Ouça:

Fonte: Rádio Barriga Verde
Foto: Rádio Barriga Verde