Semana de prevenção ao afogamento: Bombeiros dão dicas de como evitar uma tragédia

Confira dados e dicas simples de como prevenir casos de afogamento.

De 24 a 30 de novembro acontece a 3ª edição da Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamentos. O objetivo da campanha é a redução do número de casos através da prévia conscientização.

Com a chegada do verão e suas altas temperaturas, é comum que as pessoas busquem por alternativas para se refrescarem, sejam elas rios, barragens e até piscinas, porém, em meio a tanta diversão, acidentes podem acontecer, infelizmente, alguns podem ser fatais, como na maioria dos casos de afogamento.

 

De 24 a 30 de novembro acontece a 3ª edição da Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamentos. O objetivo da campanha é a redução do número de casos através da prévia conscientização.

 

Em Capinzal, ações alusivas à semana de prevenção são desenvolvidas pelo Corpo de Bombeiros, o comandante da 3ª Companhia do 11º Batalhão, o tenente André Germanovix, apresenta dados e repassa orientações de como proceder em um caso de afogamento.

Ouça:

 

Confira alguns dados:

– A cada 92 minutos, um Brasileiro morre afogado;

– Homens morrem em média 7 vezes mais;

– Adolescentes tem o maior risco de morte;

– O Norte do Brasil tem a maior mortalidade;

– 47% dos óbitos ocorrem até os 29 anos;

– 52% das mortes na faixa de 1 a 9 anos de idade ocorrem em piscinas e residências;

– 70 % dos óbitos ocorrem em rios e represas;

Medidas que podem evitar afogamentos:

 – Não entre em rios de corredeira para atividades de banho ou natação, é muito perigoso

– Se entrar em represas, lagos, açudes, remanso de rio use coletes salva-vidas homologado e de tamanho adequado

–  Em embarcações recomenda-se o uso de colete salva-vidas, homologado e do tamanho certo

–  Mantenha atenção constante nas crianças

–  Nunca nade sozinho

–  Evite mergulhar em local onde você desconheça a profundidade

–  Prefira sempre nadar em águas rasas

–  Não superestime sua capacidade de nadar, tenha cuidado

– Cuidado ao mergulhar em local raso. Pessoas ficam paralíticas desta forma.

 

Fonte: Rádio Barriga Verde
Foto: Ilustrativa