Secretaria de Saúde de Capinzal continua vacinando a população contra a Febre Amarela

Capinzal – A Secretaria de Saúde de Capinzal foi mobilizada para realizar um trabalho em todo o município para vacinar a população contra a Febre Amarela. A determinação partiu da Secretaria de Estado da Saúde após estudos que apontam que o vírus da doença possa atingir em breve a região Meio-Oeste.

Conforme a Diretora de Saúde, Luciana Rapozo, as equipes estão atuando principalmente em comunidades do interior em razão da distância entre as residências. A diretora coloca que não foram todas as casas que receberam a visita, mas as equipes vão novamente se dirigir até as comunidades nesta semana. No sábado (14), quatro equipes atuaram nas visitas.

A orientação principal, tanto para a área rural quanto a urbana, é para que as pessoas estejam com as carteirinhas de vacinação em mãos. O meta nacional é vacinar 100% da população.

O município está fazendo um chamado aos moradores para que façam a imunização. Rapozo destaca que, quem já tomou a vacina e tem o comprovante, não precisa fazer novamente. Entretanto, quem perdeu o comprovante ou não lembra que foi imunizado, precisa fazer.

“Ano passado houve um surto no Norte do país, depois avançou por Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e também em São Paulo. Algumas pessoas morreram, outras ficaram muito doentes, outras foram para filas de transplantes, porque a doença afeta o fígado fortemente que acaba levando a óbito ou debilitando esse órgão”, explica.

Luciana ressalta que os estudos do Ministério da Saúde apontam que o vírus está em deslocamento, atingindo seres humanos e primatas (macacos). Ela salienta que todos os municípios tiveram de aderir ao movimento para vacinação. Equipes de saúde do município de Capinzal foram capacitadas na semana passada e, a partir desta semana, estarão indo de casa em casa, tanto na cidade, como nos bairros e no interior.

“Quem possui doença crônica tem ressalva, mas deve ser avaliado pelas equipes de saúde. Orientamos à pessoa que só não faça a vacina após a orientação de um profissional de saúde”, alerta.

A diretora de Saúde adianta que quem não tiver a vacina será vacinado na hora, e um questionário por família deverá ser respondido. As equipes são de três a quatro profissionais que fazem o cadastro no momento da visita, digitalmente.

Fonte: Rádio Barriga Verde
Foto: Ilustrativa