PM de Capinzal registrou infrações de trânsito, ameaças e apreensão de entorpecentes nas últimas 24 horas

1- Por volta das 14h a guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar-se até a Rua Carmelo Zocoli, centro de Capinzal, para atender ocorrência de acidente de trânsito com vítima. Chegando no local, o condutor da motocicleta IMP/KAWASAKI ZX 400K relatou que transitava na via quando uma mulher abriu a porta do veículo VW/GOL 1.0, vindo a derrubá-lo da motocicleta.

Ademais, o motociclista sofreu lesões leves nos braços e em sua perna, e em razão da pequena periculosidade das lesões, acabou dispensando o atendimento médico.

Salienta-se que a motocicleta ainda não havia sido registrada no órgão de trânsito competente, tendo em vista que foi comprada em 03/07/2021, conforme nota fiscal apresentada à guarnição, além do motociclista estar a caminho do despachante com o propósito de regularizá-la.

Diante dos fatos foi confeccionado o boletim de ocorrência e encaminhada a motocicleta junto ao pátio do guincho credenciado.

 

2- Por volta das 16h a guarnição PM em rondas no bairro São Cristóvão,  visualizou o veículo GM/CELTA 3 PORTAS SUPER transitando de forma suspeita. Dessa forma, foi emanada ordem de parada que foi acatada de imediato pelo motorista.

Em  consulta junto ao sistema constatou-se que o veículo encontrava-se com o licenciamento atrasado, constando como último exercício o ano de 2019. Diante do exposto, foram expedidas as autuações cabíveis e recolhido o veículo junto ao pátio do guincho credenciado pelo convênio de trânsito.

Por fim, foi realizado o levantamento fotográfico e confeccionado o boletim de ocorrência.

 

3- Por volta das 17h30min     a guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar-se até a Rua Armando Dambros, Lot. Vila Sete de Julho, em Capinzal, para atender ocorrência de roubo.

Ao chegar no local, a solicitante relatou que seu ex-companheiro acelerou o veículo com o intuito de atropelá-la, assim, correu para o interior de uma residência para fugir. Ainda, o ex-companheiro não desistiu, conseguindo chegar até a solicitante, momento que desferiu ameaças e palavras de baixo calão, segurando-a mediante força, arrancando e subtraindo o celular de suas mãos, e danificando os fones de ouvido. Diante do ocorrido a guarnição PM efetuou rondas nas imediações, não logrando êxito na localização do autor.

Por fim, foi orientado a vítima a solicitar junto a delegacia de polícia civil de Capinzal a medida protetiva e confeccionado o boletim de ocorrência.

 

4- Por volta das 19h a guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar-se até a Rua Marildo Bertanholi, Lot. São Cristóvão, em Capinzal, para atender ocorrência de ameaça. Chegando no local, os autores da ameaça já haviam se evadido, assim, conversado com a vítima, relatou que seu genro, acompanhado do pai, adentraram em sua residência para realizar ameaças contra si e seu filho com pedaços de madeira.

Diante dos fatos a guarnição lavrou o boletim de ocorrência e orientou a vítima sobre os procedimentos a serem tomados

 

5- Por volta das 19h50min a guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar-se até a SC-467, em Capinzal, nas proximidades do Loteamento Novo Horizonte, em Capinzal, para atender ocorrência de lesão corporal leve. Chegando no local, o solicitante relatou que seu patrão foi até a cidade de origem buscá-lo no intuito de o empregar no corte de erva-mate.

Assim, no momento que o patrão passou pela localidade, ordenou que o solicitante e seu irmão saíssem do caminhão a fim de realizarem suas necessidades fisiológicas, momento em que o patrão começou a agredir e atirar contra os dois, obrigando-os a correr.

Diante do exposto foi confeccionado o levantamento fotográfico, expedida guia de lesão corporal e confeccionado o referido boletim.

 

6- Por volta das 23h a guarnição PM em rondas no interior do município de Capinzal,  mais precisamente na comunidade da linha São Roque,  deparou-se com um grupo de pessoas, que no momento que visualizaram a guarnição PM,  tentaram desligar as luzes do veículo no intuito de despistar os policiais.

Diante da fundada suspeita,  foi realizada a abordagem de três masculinos e uma  feminina,  não sendo encontrado nada de ilícito em busca pessoal nos masculinos e no veículo,  porém, no interior da bolsa da feminina, foi encontrada uma pequena quantidade de substância semelhante à Maconha, sendo relatado que a mesma realiza o uso recreativo de maconha.

Assim, foram apreendidas 3.6g de substância análoga à Maconha e  01 caixa contendo papel específico para confecção do cigarro (seda). Por fim, foi expedido termo de compromisso de comparecimento em audiência no juizado especial criminal da comarca de Capinzal com data e hora pré estabelecida, realizado o levantamento fotográfico e confeccionado o boletim de ocorrência.